sexta-feira, 23 de setembro de 2011

A expansão marítima e o Oceano Atlântico: o mar que de "Tenebroso" passou a "Maravilhoso"


    Por volta do século XV, o formato da Terra ainda não era um consenso entre os estudiosos da época. Muitos, a imaginavam plana como um disco, onde os mares terminariam em um abismo infinito. Além disso, os marinheiros acreditavam na existência de monstros terríveis, que podiam afundar qualquer navio que ousasse se afastar da costa ou do mar Mediterrâneo.
O desconhecido sempre estimulou a imaginação do homem. Os habitantes da Europa dos Quatrocentos não foram exceção. Pelo contrário, costumavam ser bastante criativos em suas descrições das terras e povos que ainda não conheciam, mas estavam perto de encontrar. A crença, por exemplo, em ilhas míticas e em monstros de todas as espécies, enraizada no imaginário da gente do continente, influenciou a representação cartográfica até o século XVII e a cultura e a mentalidade européia até datas posteriores.” (RAMOS, 2008, p. 169)


    Justamente por ser desconhecido, o Oceano Atlântico despertava a imaginação e o medo, que, contudo, não foram maiores do que o desejo de muitos navegadores de buscar lucro e riquezas em outras terras. 
As navegações e as descobertas também estimularam a observação, a classificação e a anotação sistemática de informações de todo o tipo: direção de ventos, correntes marítimas, espécies animais e vegetais, bacias hidrográficas, costumes e línguas de povos que habitavam as terras descobertas entre outras coisas.
Gravura do século XVI, feita pelo geográfo alemão Sebastian Münster, acerca dos monstros que habitavam o "Mar Tenebroso"

    Esses estudos mudaram a mentalidade européia. Já não se tentava explicar o mundo e seus fenômenos apenas pela fé ou pela vontade de Deus, como se fazia na Idade Média. A ampliação do mundo conhecido contribuiu para aumentar a confiança do ser humano em si mesmo e em sua capacidade de interferir nos acontecimentos, de conhecer cada vez mais, de ir cada vez mais longe.
    A partir da exploração do "Mar Tenebroso", que não acabava em abismos ou possuía monstros devoradores de embarcações, os peninsulares1 iniciaram o processo de expansão marítima, que transformou não apenas a história de Portugal e Espanha, como a de todas as civilizações que passaram a ter contato com os povos europeus. Foi a partir de então, que o mundo começou a ficar pequeno.



Fontes consultadas:


Imagens retiradas dos sites:
http://historiaeoutrashistorias.blogspot.com/2011/02/expansao-maritima-e-o-oceano-atlantico.html

1 Povo que vive na Península Ibérica: os espanhóis e portugueses.


2 comentários:

  1. Onde estão localizadas estas imagens aualmente e quais são seus artistas???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As gravuras foram tiradas do site
      http://historiaeoutrashistorias.blogspot.com.br/search/label/Hist%C3%B3ria%20de%20Portugal
      O mapa é uma
      Gravura do século XVI, feita pelo geográfo alemão Sebastian Münster, acerca dos monstros que habitavam o "Mar Tenebroso"
      A figura anterior não tem indicação.
      Sabemos que cada vez mais não podemos utilizar a imagem sem as fontes.
      Obrigada, Professora Vera M.Informática

      Excluir